quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Aos filhos de Áries


Áries, o primeiro signo, do carneiro apaixonado
Tem em Marte seu desígnio e no fogo seu reinado
Nas estrelas seu delírio, seu amor enciumado
Nos limites, seu martírio, seu mistério revelado

Louco signo das correntes e emoções arrebatadas
Ariana dos repentes e explosões descontroladas
Ariana, como o fogo, nunca será dominada

Decisiva como o jogo e a primeira namorada

Signo da sinceridade, da vermelha cor do dia
Signo da velocidade, da impulsão e eu nem sabia
Que era tanta madrugada a derramar no coração
Como a rosa serenada, se transforma e pinga ao chão
Derretendo ao fogo da paixão.

- Oswaldo Montenegro -

Um comentário:

  1. Hannah,
    tem um selinho pra vc lá no http://monologovirtual.blogspot.com/ .
    Bjs

    ResponderExcluir